Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Cultura

09/08/2021 20:11

Diário de personalidade histórica de MT vira livro

Tesouro de família chegou às mãos do seu trineto, João Paulo Lacerda Paes de Barros. O livro será lançado nesta terça-feira (10), às 19h, no Sesc Arsenal

Protásio de Morais | Secel-MT

Ao compartilhar os acontecimentos da vida particular com seu diário, nem imaginava o major Luiz Pedroso Pompeo de Barros que seus manuscritos virariam um livro, quatro gerações depois.

O encontro ancestral e a minuciosa análise do conteúdo resultaram na publicação da obra “Reescrevendo o diário de Luiz Pedroso Pompeo de Barros - Mato Grosso (1848 a 1912)”, que será lançado nesta terça-feira (10), a partir das 19h, no Sesc Arsenal. Ainda que seja em área aberta, para participar, é preciso estar com máscara e manter o distanciamento social mínimo.

Em 2017, o escritor João Paulo Lacerda Paes de Barros recebeu em suas mãos, um tesouro familiar entregue por sua tia-avó, Maria do Rosário Costa Tavares: o diário do seu trisavô, que viveu entre os anos de 1848 e 1932, em Cuiabá.

O livro será comercializado e toda arrecadação, revertida para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Chapada dos Guimarães, município em que João reside.

O projeto se concretiza com incentivo de edital MT Nascentes, da Lei Aldir Blanc, realizado pelo Governo de Mato Grosso via Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), em parceira com o Governo Federal, via Secretaria Nacional de Cultura do Ministério do Turismo.

João conta que se surpreendeu ao constatar que enquanto o trisavô relatava os principais episódios de sua vida, contava também os principais acontecimentos no Estado. “Sua importância histórica logo me veio em mente”, relembra.

Divulgação

João Paulo Lacerda Paes de Barros, responsável pela publicação 

“Ele relatava por exemplo, a Guerra do Paraguai e as Revoluções Oligárquicas Mato-grossenses ocorridas em 1892, 1899 e 1906. O relato dessas ocorrências em seu diário se deu justamente porque ele participou diretamente desses acontecimentos”.

Por conta do conteúdo histórico, João não achou justo guardá-lo apenas para consulta pessoal. “Dessa forma, meses após o recebimento do diário, resolvi encontrar um meio de compartilhar com outras pessoas (alunos, estudiosos, pesquisadores e historiadores) a vida desse meu saudoso ascendente, sem que este documento, já bastante gasto pelo tempo, fosse danificado pelo manuseio”, explica.

João iniciou assim, um processo de reescrita. E como muitos enredos podem não ser facilmente assimiláveis para quem tem pouco entendimento histórico utilizou as notas de rodapé como apoio. 

“Ademais, na reescrita do diário, entendi necessário atualizar o texto para o português brasileiro contemporâneo, realizando pequenas correções de ordem ortográfica, de sinais gráficos e de coesão (para alcançar a melhor harmonia textual), mas tendo sempre o cuidado de manter o enredo/narração original do relato. Essas ações foram necessárias para deixar a leitura do diário mais clara e didática”.

Ainda, tendo em vista que parte do diário estava um pouco danificado (com buracos no papel por ação de traças e cupins), um intenso trabalho de pesquisa e resgate textual se mostrou necessário.

Com a publicação, João espera que a história regional seja brindada com novos elementos acerca dos importantes acontecimentos ocorridos no liminar do Século XIX e início do Século XX, contribuindo para a ampliação da historiografia mato-grossense e ampliando aos estudantes, pesquisadores, historiadores e curiosos em geral as fontes de pesquisa acerca desde assunto.

O projeto também tem o objetivo de contribuir com o acervo de documentos do Arquivo Público do Estado de Mato Grosso uma vez que, ao final da publicação do livro, o proponente realizará a doação do diário original para essa instituição, ficando, então, o documento histórico ao alcance de todos os cidadãos mato-grossenses.

Também será realizada a doação de exemplares ao Sistema Estadual de Bibliotecas de Mato Grosso (SEBP/MT) e a Secretaria de Educação (SEDUC), para distribuição inteiramente gratuita a todas as bibliotecas públicas do Estado, garantindo assim ampla capilaridade no fornecimento de exemplares do livro a todos os municípios do Estado.

Serviço

Lançamento do livro “Reescrevendo o diário de Luiz Pedroso Pompeo de Barros - Mato Grosso (1848 a 1912)”

Terça-feira, dia 10 de agosto, a partir das 19h

No Sesc Arsenal

(Com informações da assessoria)


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

Nota
Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo